Marketing Digital para Advogados

Site Para Advogados: Como Começar o Seu

Na nova era ter um posicionamento on-line é importante para quem quer fortalecer a marca, ampliar a cartela de clientes e ser reconhecido.  A criação de um site para advogados é o primeiro passo para quem quer sair do modo offline e começar a criar uma imagem digital para atrair novos clientes. 

O site é a porta de entrada para atrair o público que navega na internet em busca de informações jurídicas, funciona como o cartão de visitas do advogado, mas com o adicional de oferecer conteúdo específico sobre o que o público procura. Se houver o interesse pelas informações e a pessoa encontrar com facilidade dados básicos sobre o escritório, como contato e endereço, grandes são as chances de se tornar um cliente. 

Por ser a apresentação on-line do escritório ou profissional, o site precisa conter informações simples e objetivas, atuando como a ponte entre o mundo digital e o advogado. Assim como nas redes sociais, a linguagem deve ser clara e acessível a todos os públicos, isso porque o destino das informações é a sociedade, com seus vários níveis de conhecimento. 

Apesar de parecer simples, a criação de um site exige conhecimento aprofundado e estratégico na decisão sobre o investimento Confira algumas dicas de como ter um site eficiente para seu escritório.

O Código de Ética da OAB  

Antes de ingressar no mundo digital, o profissional deve ter em mente o que pode e principalmente o que não pode conforme o Código de Ética da profissão. Importante saber que é proibido fazer publicidade sobre seu trabalho, divulgando serviços com objetivo único de venda. No artigo 5º do Código de Ética, fica vedada ações mercantilistas para o exercício da profissão, justificando o intuito de manter a qualidade do serviço oferecido e evitando a ocorrência aberta de preços, o que poderia banalizar a atuação do advogado. 

Isso significa que o profissional do Direito pode divulgar seus serviços e área de atuação, com destaque para o conteúdo e nunca com a finalidade exclusiva de vender. O artigo 28 do Código de Ética permite que o advogado anuncie seus serviços de forma individual ou coletiva, desde que faça com discrição e moderação para levar informações à sociedade. 

A divulgação, bem como a propaganda em veículos de comunicação, como televisão, rádio, outdoors e jornais é proibida. Também é vedada a confecção de cartazes, panfletos, que para a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) configuram ações mercantilistas. Dessa forma, quando se trata de comunicação, o advogado pode informar sobre, mas nunca comercializar seus serviços.

Sobriedade e Moderação

O site jurídico deve conter poucas páginas, mas eficazes na comunicação. A página inicial, por ser o primeiro contato com o público, deve ser limpa, intuitiva e informativa, com os principais serviços e a apresentação rápida do escritório em questão. É lá também que o potencial cliente pode iniciar uma relação com o profissional. Para otimizar esse contato, há chatbots que fazer o atendimento automático, captando informações básicas que serão repassadas para que alguém inicie uma conversa mais aprofundada.

Em outra página deve-se contar um pouco da história e trajetória do escritório, bem como seus valores, missão e valor. Informar sobre o que move aqueles profissionais é uma maneira de criar identidade e identificação com quem busca por aquele local. Importante ainda que os advogados que atuam no escritório sejam apresentados no site, para fortalecer a mensagem de equipe competente, especializada e forte. 

A forma de contato é essencial. O horário de atendimento, endereço, telefone e redes sociais, são informações básicas que tem que constar no site. Mais do que encontrar as informações e o profissional que busca, o potencial cliente não pode encontrar barreiras para se comunicar com o escritório. 

Foco no Conteúdo

Considerando as delimitações da legislação jurídica, o site de advogados deve cumprir com o princípio básico de informar, reunindo dados pertinentes a quem busca por serviços naquela área de atuação. Por exemplo, se o profissional ou o escritório é especializado na área trabalhista, deve usar isso a seu favor para atrair pessoas que busquem sobre esse assunto. 

Uma estratégia usada por vários profissionais, é dentro do site para advogados investir na criação de um blog. Nele é possível gerar conteúdo específico em forma de matérias ou artigos, que com linguagem simples e evitando o “juridiquês” o escritório consegue se aproximar de potenciais clientes que estão na internet.

Para desenvolver o conteúdo basta pensar quais assuntos são mais pertinentes entre os clientes, quais as principais dúvidas e onde está o maior interesse daqueles que já estão entre os atendidos. Dessa forma é possível elaborar artigos explicando sobre tais temas pré-definidos. O objetivo não é de que a pessoa encontre tudo o que precisa, mas a partir da informação saiba que você tem capacidade para atendê-la em seu problema.

Faça Com Quem Sabe

A internet oferece opções de sites no modelo “faça você mesmo”, que apresentam layouts prontos para que apenas as informações sejam alteradas. Porém, só ter um site pode não bastar para uma comunicação eficaz de marketing jurídico digital. Isso porque a principal forma de ser encontrado entre as primeiras opções nas pesquisas do google é utilizando técnicas de SEO (Search Engine Optmization), que usa estratégias para isso.

O site para advogados precisa conter técnicas para que não seja apenas mais um na rede. Além disso, é importante se preocupar com o layout, o domínio e a hospedagem e com as métricas, ou seja, a forma de mensurar os resultados da página na internet. O Google Analytics é uma ferramenta gratuita e eficiente para isso. 

Mergulhar em um mundo novo pode custar tempo e desperdício de dinheiro. Uma empresa especializada na criação de sites pode ser a alternativa mais eficaz e econômica para que o advogado tenha seu site. Criar uma plataforma que não cumpre seu papel na internet, por não ter os requisitos técnicos, pode gerar mais problemas para o profissional. 

O site para advogados faz parte da estratégia de criar uma imagem digital e deve ser feito com seriedade. Uma empresa especializada é capaz de resolver a situação de maneira rápida e eficaz, colaborando para que o profissional crie uma imagem sólida na internet e uma rede de novos clientes.

  • Escrito por
  • Jean Kleemann
  • Especialista em Marketing Jurídico Digital

Sobre o autor

Graduado em Ciência da Computação e Pós-Graduado em Engenharia de Componentes de Software. Nos últimos 15 anos, aplicou seus conhecimentos em tecnologia aliado ao Marketing Digital, ajudando empresas dos mais variados segmentos e localidades a aumentarem suas oportunidades de negócios através dos meios digitais. Além de ser um profissional de publicidade online certificado pelo Google, é também Consultor de Inovação e Tecnologia da Informação junto ao SEBRAE MS, sendo o Marketing Jurídico Digital a sua principal área de atuação atualmente.