Como conseguir clientes na advocacia por indicação?

Você é advogado e gostaria de saber o que é preciso ser feito para que os seus clientes te indiquem para novos clientes? Ou melhor, que até quem não é seu cliente indique o seu escritório de advocacia? 

É o que você vai ver agora neste blog post! Boa leitura!

Você já se perguntou como conseguir novos clientes por indicação? 

Vamos olhar para sua carteira de clientes primeiro e adiante vamos falar sobre como ser indicado até por quem não é nosso cliente, combinado?

Para que o seu cliente te indique, é claro que ele precisa estar satisfeito. Se o cliente teve uma experiência que deixou a desejar ou você andou pisando na bola, ele não estará muito disposto a te recomendar. 

É por isso você precisa atender muito bem cada um dos seus clientes. Lembrando que atender bem não é ser permissivo. É importante que você saiba quando dizer não e não diga  sim para tudo. 

Não é “dar uma olhadinha no processo” porque o cliente ligou no feriado as 6 da manhã. 

Atender bem é atender com respeito, com empatia, se colocando no lugar do cliente e cumprindo tudo que vocês combinaram.

Mas para que esse cliente te indique, durante a jornada dele no escritório, em algum momento você vai precisar surpreende-lo! 

Surpreenda seu cliente

Surpreender é superar a expectativa. O cliente esperava que você fizesse isso e você fez isso e mais aquilo. 

Mas eu vou trabalhar a mais? Sim, quando você trabalha a mais, você não está trabalhando para esse cliente, você está trabalhando para o próximo cliente.

Você está investindo em um super atendimento nesses clientes, para que ele faça uma publicidade espontânea do seu serviço, do seu escritório, e assim novos clientes virão por indicação.

E pode ter certeza que todos os seus clientes que estão satisfeitos também vão estar dispostos a te indicar.

Menos de 29% dos clientes satisfeitos vão te indicar

Sabe por quê? Porque o advogado desapareceu.

Isso mesmo! Você pode ter feito um trabalho incrível para o seu cliente um dia, mas o tempo passou, ele se casou, mudou de endereço, teve um filho, trocou de carro. Enfim, tantas coisas, aconteceram e como ele vai te indicar se ele nem ao menos se lembra de você?

Imagine que o seu cliente está batendo um papo com alguns amigos e alguém pergunta se ele sabe de algum advogado bom para poder indicar. Pronto! Começa uma buscar na cabeça do cliente. 

Essa semana eu vi alguma coisa de advogado, não, semana passada, não, mês passado não, ele vai foleando na mente dele e não te acha! Cade você na mente do cliente, cade você na história do cliente, para ele poder te indicar? 

Não caia no esquecimento do seu cliente

Veja nossas dicas para estar na história do seu cliente.

Dica 1: Seja ativo nas redes sociais 

Não é só postar aquele cartãozinho de feliz natal e feliz páscoa. Isso é igual aquele “religioso não praticante”, ele acredita que o caminho certo é por alí, eu só não vou à igreja, mas é bom com certeza, recomendo todos irem, mas eu não vou. 

Saber que a rede social bem trabalhada pode trazer novos clientes e não fazer nada, não adianta!

Além de ativo, seja atrativo nas redes sociais: Será que o cliente quer mesmo ver seu textão enorme cheio de juridiquês no Instagram?

 Não seria melhor ter uma comunicação mais humanizada, mostrando coisas do dia, os bastidores do escritório?

Foi a um evento? Publique lá! Teve uma reunião importante para decidir o planejamento do escritório no próximo trimestre? Registre! 

Mostrar as pessoas no que você está trabalhando, revela que o escritório ainda existe, que está funcionando. Por isso, seja uma conquista, uma melhoria, uma novidade, seja criativo para se relacionar, para se comunicar, e é claro, seguindo o código de ética da OAB, o provimento vigente sobre publicidade e decisões do TED da sua região.

Dica 2: Seja presente 

Você viu uma notícia de um segmento do cliente ou que tem a ver com alguma história do cliente? Compartilhe com ele. 

Mas se o seu escritório é muito grande, sua carteira de cliente é enorme ou não possui tempo para isso: automatize!

Use um boletim informativo por e-mail. Ou em alguns casos até listas de transmissão via WhatsApp pode ajudar. 

Mas atenção: Pense muito bem no que você vai mandar para o cliente, porque tem que ter a ver com ele e tem que ser relevante para ele. Caso contrário, você está entrando numa fria.

Mas se você tem poucos clientes ainda ou nenhum cliente, é possível receber indicações de quem ainda não te conhece?

Sim! 

Um tipo de indicação que está acontecendo nesse momento enquanto você assiste o vídeo, e talvez você não percebeu é a seguinte: “meu amigo Google, você tem resposta para tudo, então que advogado você me indica para resolver meu problema x?” 

Indicações nos tempos modernos

O cliente tem pressa e vai até o Google. Ele não vai mandar mensagem para alguém, para esse alguém ver, pensar, no outro dia responder “não sei”, e aí ele pede para outra pessoa… Quem tem pressa vai no Google!

Ou o cliente não quer expor a vida dele. Ele precisa expor que está se separando ou que está com dívida, para conseguir um telefone de um advogado? Cliente que quer privacidade vai ao Google!

E neste exato momento, novos clientes estão procurando por escritórios como o seu, mas estão entrando no site de outros escritórios, e fazendo contato com outros escritórios. 

Então considere colocar seu escritório no topo do Google. Seja indicado pelo Google! 

Outro ponto importante ainda falando de indicação nos tempos modernos, um recurso que você pode utilizar é algo que chamamos de “prova social”. 

Você já foi comprar algo na internet e deu uma olhada nos comentários daquele produto? Ou foi se hospedar e viu o que o pessoal estava falando daquele hotel?

Claro que o escritório de advocacia não é um comércio, mas ver o que as pessoas tem falado do seu escritório ou dos seus serviços, com certeza pode influenciar na decisão de entrar em contato ou não.

Essas avaliações podem ser tanto recomendações em um perfil profissional seu lá no Linkedin ou como avaliações em outras redes sociais.

Mas o que merece mais atenção são as avaliações no Google Meu Negócio

Hoje se você faz uma busca por escritórios, ou pelo nome específico do seu escritório, você aparece no mapa, certo? 

Se você tem poucas ou nenhuma avaliação na sua ficha cadastral do Google, peça para amigos ou melhores clientes deixarem uma avaliação para você.

Com certeza isso pode ser um incentivo para que seu próximo cliente te encontre e entre em contato devido a uma indicação pública na internet.

Você tem alguma ideia diferente de como conseguir clientes na advocacia por indicação? Acompanhe nosso vídeo no YouTube onde falamos um pouco mais sobre o assunto e fique a vontade para comentar e dividir dúvidas e histórias conosco.